ISB

Estatísticas 2013

Em 2013, o ISB deu continuidade ao monitoramento diário de notícias sobre os chamados “incêndios estruturais”, ou seja, aqueles que ocorreram em diversos tipos de locais construídos e que poderiam ter sido contornados com o uso de sprinklers. É o caso de instalações industriais e comerciais, depósitos, bibliotecas, escolas, hospitais, hotéis, entre outros.

Dentre os incêndios estruturais, só não foram contabilizados os incidentes que ocorreram em residências. Os incêndios florestais também ficaram de fora dos registros. No total, foram encontradas notícias referentes a 1095 incêndios, uma média de 91 ocorrências noticiadas por mês.

Ocorrências de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados em 2013 – por ocupação

 

Para efeito de comparação, em 2012 foram encontradas 755 notícias sobre incidentes do gênero, o que representa uma média mensal de 40 matérias sobre o tópico.

Ocorrências de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados em 2012 – por ocupação

 

Este gráfico mostra as ocorrências de incêndio que foram noticiadas por tipo de local. Percebe-se que edifícios industriais e comerciais representam 68% dos incêndios noticiados, uma pequena diminuição em relação à proporção checada na primeira metade de 2012 (73%).

 Ocorrências de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados em 2013 – por ocupação

Isso significa que as notícias sobre ocorrências de fogo em outros tipos de ocupação cresceram proporcionalmente em comparação ao mesmo período (32%, ante 27%).

Ocorrências de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados em 2012 – por ocupação

 

 

O gráfico abaixo detalha o número de ocorrências de incêndios estruturais (exceto residenciais) que foram noticiados em cada estado brasileiro de acordo com o monitoramento feito pelo ISB em 2013.

Número de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados na Internet em 2013 – por Estado

Como é possível notar, a quantidade de ocorrências encontradas em São Paulo segue expressivamente maior do que nas demais unidades federativas, assim como ocorreu no ano anterior. No entanto, deve-se destacar que essa diferença pode ser explicada pela forma como a imprensa de cada estado cobre especificamente este assunto.

Número de incêndios estruturais (exceto residenciais) noticiados na Internet em 2012 – por Estado

As imagens referentes a 2013 indicam não apenas um considerável aumento no número de notícias sobre incêndios nos estados, mas também que em todos eles foram encontrados ao menos uma reportagem sobre uma ocorrência local, o que não aconteceu em 2012, quando não foram encontradas notícias sobre incêndios no Acre e Amapá.

Além disso, o estado do Rio Grande do Sul superou o Rio de Janeiro nos registros noticiados em 2013 em comparação com 2012. O estado também teve uma diferença maior para o quarto lugar (Paraná em 2012, Rio de Janeiro em 2013), o que pode ser explicado pela ocorrência da tragédia da boate Kiss, na cidade de Santa Maria. Esse grande incêndio pode ser considerado uma explicação tanto para o aumento expressivo de notícias no Rio Grande do Sul como nos demais estados brasileiros, pois causou um grande impacto em todo o país e despertou mais atenção para o assunto.

A disposição das unidades federativas com mais notícias sobre incêndios também mostrou mudanças entre 2012 e 2013. As alterações mais significativas foram Goiás subir da décima quarta para a nona colocação e o Rio Grande do Sul superar consideravelmente o Rio de Janeiro em registros sobre incidentes do tipo.

Uma última ressalva que deve ser feita é que para cada ocorrência de incêndio foi contabilizada apenas uma notícia, inclusive nos casos de incêndios de grandes proporções e impactos que tiveram ampla repercussão em vários veículos de comunicação.